sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Ministério Público pede cassação de diplomas

Image-0-Artigo-1757839-1

Próximos da diplomação para exercer mandato que inicia em 2015, o governador eleito Camilo Santana, a vice Izolda Cela e alguns deputados estão tendo suas vitórias questionadas pelo Ministério Público por possíveis irregularidades na campanha. Eles ainda não foram notificados. As punições variam de multas por conduta vedada à cassação do diploma dos eleitos, caso se confirme a compra de votos.
Entre os que podem ser submetidos às sanções mais sérias, como cassação do diploma, estão o deputado federal reeleito Danilo Forte (PMDB), a deputada estadual eleita Augusta Brito (PCdoB), o futuro governador Camilo Santana (PT) e a vice-governadora Izolda Cela (PROS).
Outros parlamentares que foram eleitos também são citados nas ações, mas estão sujeitos apenas ao pagamento de multas, a exemplo dos deputados federais José Guimarães (PT) e Genecias Noronha (SD) e do estadual Osmar Baquit (PSD).
A diplomação dos candidatos eleitos será no dia 19 de dezembro, quando se encerra o prazo para que o Ministério Público envie as ações de conduta vedada e compra de votos ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE). De acordo com o procurador regional eleitoral do Estado, Rômulo Conrado, processos mais complexos e com pedidos de punições mais severas só serão encaminhados na próxima semana. Ele acrescenta que poderá entrar com ações de impugnação de mandato até 15 dias após a diplomação.
Danilo Forte é citado em uma ação juntamente com o candidato derrotado ao Governo, Eunício Oliveira, o prefeito de Martinópole, James Martins, a primeira-dama do Município, Raphaelle Barros, o vereador Aleudiney Monte e outros agentes públicos. O Ministério Público Federal acusa os réus de promoverem doação de presentes e cestas básicas em troca de apoio a Danilo Forte e Eunício Oliveira, ambos apoiados pelo prefeito.
Brindes
As fotos das doações dos brindes foram postadas na rede social Facebook. Nas imagens, os agentes públicos aparecem com adesivos e bottons dos candidatos. A Procuradoria Regional Eleitoral reivindica a aplicação de multas para todos os envolvidos e a cassação do registro de candidatura ou diploma dos que foram candidatos. Somente Danilo Forte foi eleito e pode ser submetido à sanção mais grave.
Já a deputada eleita Augusta Brita terá o mandato questionado pelo Ministério Público Federal por beneficiamento da máquina pública de São Benedito em prol de sua candidatura. Além dela, são responsabilizados o prefeito da cidade, Gadyel Gonçalves, que é marido de Augusta, e o secretário municipal de Administração e Finanças, Augusto Brito, pai da candidata eleita.
A Procuradoria Regional Eleitoral alega que houve a contratação irregular de 196 servidores temporários em período proibido pela legislação eleitoral. Os trabalhadores ainda teriam sido utilizados em atos de campanha da candidata Augusta Brito.
Além dos 196 servidores, a Prefeitura de São Benedito contratou 362 pessoas para prestar serviços temporários na Secretaria de Educação. A ação assinada pelo procurador Rômulo Conrado pede a imputação de multas aos envolvidos e a cassação do diploma de Augusta.
Militares
Rômulo Conrado também encaminhou representação ao TRE solicitando suspensão dos procedimentos disciplinares instaurados contra militares que manifestaram apoio político ou declaração contrária a interesses eleitorais ligados à candidatura governista, no caso Camilo Santana.
Além do petista, são citados no processo a candidata a vice Izolda Cela, o secretário da Segurança Servilho Paiva, o controlador geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança, Frederico Sérgio Lacerda, e o Estado do Ceará, representado pelo procurador geral Fernando Oliveira.
Camilo Santana é citado em outros processos. Em uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral enviada em setembro à Corregedoria Regional Eleitoral, Rômulo Conrado questiona recursos de convênios estaduais repassados a municípios em período vedado pela legislação. Neste caso, é pedida a inelegibilidade por oito anos de todos os envolvidos e ainda a cassação do registro ou diploma de Camilo e Izolda, "candidatos diretamente beneficiados pelo abuso de poder".
O deputado federal Genecias Noronha, e a esposa, Aderlânia Noronha, deputada estadual eleita, foram enquadrados pelo Ministério Público Federal, que pede que ambos sejam submetidos ao pagamento de multas. A Procuradoria Regional Eleitoral sustenta que a prefeita de Parambu, Keylly Mateus Noronha, sobrinha e afilhada de Genecias, usou a máquina pública em benefício do deputado federal e de sua mulher, eleita deputada.
Notícias
O beneficiamento eleitoral ocorreu, segundo o Ministério Público, na "Festa das Mães", ainda em maio, com distribuição de brindes, e na publicação de notícias em favor dos candidatos no site da Prefeitura de Parambu.
O prefeito de Quixeramobim, Cirilo Pimenta, o deputado federal José Guimarães e o deputado estadual Osmar Baquit constam em ação por suposto beneficiamento da máquina pública. Eles teriam usado carros do Município, agentes públicos e o site da Prefeitura de Quixeramobim para fazer campanha eleitoral.
Outros candidatos que não se elegeram podem ser penalizados. É o caso do pleiteante a deputado estadual David Duarte, filho do prefeito de Limoeiro de Norte, Paulo Duarte. Eles responderão pela realização de festas, no período eleitoral, bancadas pela Prefeitura de Limoeiro, com distribuição de comidas e bebidas e sorteio de TVs, geladeiras, bicicletas e fogões.
O candidato a deputado estadual não eleito Robert Burns, suplente de vereador em Fortaleza, é citado em processo por ter oferecido a eleitores vantagens em programas habitacionais.

Fortaleza teve a 8ª maior média de público do Brasil em 2014; a maior do Nordeste








Com média de 18.812 torcedores por jogo, o Fortaleza terminou 2014 como a 8ª maior média de público entre todas as séries do Campeonato Brasileiro em 2014. O tricolor cearense foi a equipe nordestina com maior média no ano. À frente do clube cearense ficaram 7 equipes da Série A, em ordem: Cruzeiro (29.678), Corinthians (28.960), São Paulo (28.544), Flamengo (26.411), Internacional (22.318), Grêmio (21.028) e Palmeiras (19.755). O segundo nordestino no ranking divulgado pelo site SrGoool foi o Sport, na 10ª colocação, com 18.220 torcedores em média. Fortaleza lidera na Série C 
Apesar de não conseguir o acesso à Série B, o Fortaleza teve a maior média de público da competição (18.812). Em seguida, ficou o Paysandu (15.856). Ceará no ‘G-4′ da Série B Mesmo na Série B, nenhum outro clube superou a marca do tricolor cearense. O campeão de público da segundona foi o Vasco, com média de público de 14.232. o Ceará foi o 4º, com média de 11.257 torcedores, a 20ª marca do país.
Confira o ranking final, com equipes das séries A, B, C e D:
1 – Cruzeiro – 29.678 (Série A)
2 – Corinthians – 28.960 (A)
3 – São Paulo – 28.544 (A)
4 – Flamengo – 26.411 (A)
5 – Inter – 22.318 (A)
6 – Grêmio – 21.028 (A)
7 – Palmeiras – 19.755 (A)
8 – Fortaleza – 18.812 (C)
9 – Fluminense – 18.490 (A)
10 – Sport – 18.220 (A)
11 – Paysandu – 15.856 (C)
12 – Vasco – 14.232 (B)
13 – Atlético-MG – 14.132 (A)
14 – Santa Cruz – 13.373 (B)
15 – Sampaio Corrêa – 13.220 (B)
16 – Bahia – 12.579 (A)
17 – Coritiba – 12.329 (A)
18 – Atlético-PR – 12.238 (A)
19 – Botafogo – 11.362 (A)
20 – Ceará – 11.257 (B)
56 – Icasa-CE – 2.185 (B)
76 – Guarany de Sobral-CE – 822 (D)

101 – Boavista-RJ – 125 (D)

QUIXELÔ, LANÇADA A CHAPA DO GRUPO DE SITUAÇÃO, PARA MESA DIRETORA DA CÂMARA


Quixelô CE, 11/12/14- Nesta sexta feira dia 12 acontecerá a eleição pra mesa diretora da câmara para o biênio 2015/2016. O grupo ligado de apoio a gestão municipal ja lançou sua chapa, Com Jackson Melo Presidente, Francisco Alves Ribeiro, vice Presidente, Raimundo Gomes tesoureiro e Wagner Viera secretário. Ainda corria boatos de um possível lançamento de uma chapa pela oposição e vereadores da base aliada, no entanto não passou de boatos, uma vez que o grupo de situação conta com um total de 07 vereadores, o que inviabiliza a vitória de uma chapa de oposição, que conta com apenas 04 vereadores. Vamos aguardar pra ver o desenrolar dessa eleição. A sessão para eleição da nova mesa diretora da Câmara esta marcada para as 10:00 horas da manha desta sexta feira dia 12. Será teremos surpresas nessa eleição ? Só nos resta esperar pra ver. 

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Vem ai a grande final do V CAMPEONATO DA LIFAQUI


Quixelô CE- A final do campeonato de futebol da LIFAQUI promete, são grandes as expectativas, um grande público deve comparecer ao evento.

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Ministério autoriza pagamento do Garantia-Safra a agricultores- Quixelô continua fora da lista de pagamento






Agricultores dos estados da Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco e Piauí, prejudicados pela seca este ano e em 2013, começarão a receber o benefício Garantia-Safra a partir deste mês, conforme calendário de pagamento de benefícios socais da Caixa Econômica Federal.


Portaria do Ministério do Desenvolvimento Agrário, publicada hoje (20) no Diário Oficial da União, autoriza o pagamento do Garantia-Safra aos agricultores de municípios dos seis estados que aderiram ao programa.


Criado em 2002, o Garantia-Safra visa a garantir condições mínimas de sobrevivência aos agricultores familiares de municípios sujeitos à perda de safra em razão da estiagem ou excesso chuvas. Os municípios estão situados na área de atuação da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). O programa também beneficia o Espírito Santo.

Ainda não foi dessa vez que o Município de Quixelô foi incluído na folha de pagamento, programa Garantia Safra.  


Fonte: Agência Brasil
 

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Servidora de Quixelô ganha ação no Tribunal Justiça do Ceara, após ser transferida por perseguição politica



Quixelô CE- O Tribunal de Justiça do Ceara, por unanimidade de votos da ganho de causa a servidora publica Marciana Aires. Entenda o caso, no inicio de 2013 a Prefeita Municipal de Quixelô, transferiu a referida funcionária da vila Antonico para sede de Quixelô, a servidora pública Marciana Aires é concursada e lotada na biblioteca pública da Vila Antonico, nos primeiros meses de governo a atual transferiu a mesma  pra biblioteca pública da sede em Quixelô, ficou claro e evidente que era um ato de perseguição politica, uma vez que Marciana Aires não teria votada na prefeita. Marciana entrou com um mandato de segurança e ganhou em primeira instancia, não satisfeita, a gestão municipal resolver apelar, o Secretario de Cultura Senhor Adail Alves Macedo, foi quem apresentou a apelação. Por unanimidade de votos o Tribunal de Justiça do Estado deu provimento ao recurso interposto pela Servidora Pública e negou a apelação do Secretário da Cultura Adail Macedo. No texto os Juízes do Tribunal consideraram ilegal o ato da transferência da Servidora Pública Marciana Aires. 


Em tempo, veja a que ponto chegamos em Quixelô, a perseguição politica chega ao extremo, servidora é transferida sem nenhuma necessidade, transferência essa feita com intuito de perseguir uma pessoa pelo simples motivo da mesma não ter votado na prefeita nas eleições de 2012, tanto se falou em liberdade nesse município, porém até essa data, o que se viu foi uma gestão autoritária, que não aceita opiniões contrárias. não podemos aceitar que ações como essa continue a acontecer em Quixelô, não podemos deixar que a gestão imponha o medo nas pessoas, o poder emano do povo, a Prefeita nada mais que uma empregada do povo, não povo não deve ter medo da gestora, pelo contrário, nessa relação o patrão é o povo, ao cabe o direito de tirar e botar quem quiser.

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

TSE defere candidatura de deputada estudual Mirian Sobreira

Quixelô CE 02/10/14
Foto: Máximo Moura 
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deferiu, na quarta-feira (02), por unanimidade, a candidatura de Mirian Sobreira (PROS) a deputado estadual. Em agosto deste ano, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) decidiu pela impugnação da candidatura da deputada.

Mirian Sobreira teve seu registro de candidatura indeferido a partir de uma ação movida pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) no Ceará. O MPE encaminhou ao TRE/CE uma Ação de Impugnação de Registro de Candidatura da parlamentar, justificada por doação acima do limite legal.

A ação é relativa à campanha de 2010 para o cargo de deputada estadual, quando Mirian foi acusada de receber doação de 10% da renda de uma empresa, sendo permitida somente a doação de 2% do valor da renda para pessoa jurídica. Essa ação foi julgada em 2011 e vencida em primeira instância, inocentando a deputada das acusações sob a justificativa de técnica contábil.

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Luizianne nega apoio à Camilo e fala sobre denúncias de corrupção envolvendo Cid Gomes

Luizianne nega apoio à Camilo e fala sobre denúncias de corrupção envolvendo Cid Gomes











A ex-prefeita de Fortaleza e concorrente a deputada federal pelo PT, Luizianne Lins, negou qualquer apoio ao candidato do PT ao Governo do Estado, Camilo Santana, e criticou duramente o governador Cid Gomes.
Luizianne, que é jornalista, falou sobre a decisão do governador em tentar impedir a circulação da revista IstoÉ e comentou sobre as denúncias envolvendo Cid no escândalo de corrupção da Petrobras. Segundo Luizianne, não foi o primeiro caso.